[SEPLA-Lista-Oficial2715] SIMPÓSIO TEMÁTICO 017/ANPUH: inscrições abertas (14/02 a 07/04/2021).

Caríssimos/as,

Repasso para conhecimento e possível interesse…

Abraços, Milton Pinheiro

ST 017. As contribuições de Engels e do marxismo clássico para o desenvolvimento da ciência histórica

Autor(es)::
Rodrigo M. Zagni (Universidade Federal de São Paulo/Unifesp) & Milton Pinheiro (Universidade do Estado da Bahia /UNEB)

Resumo: Nestes dois séculos póstumos, as contribuições dadas por Friedrich Engels a diversas áreas do conhecimento, incluso nelas a ciência histórica, acabaram à sombra dos empreendimentos da crítica da economia política e do materialismo histórico-dialético, erigidos junto de Karl Marx e consistindo em pedras angulares do marxismo clássico.
Além de contributos dados à Etnologia, à Epistemologia, às abordagens científicas da religião e às Ciências da Natureza, entre outros, é possível afirma-lo como historiador, tendo aberto flancos de investigação na Teoria da História, Filosofia da História, História Social, História Econômica e assentado fundamentos de uma história social do trabalho, do movimento operário, de história social da guerra e de história militar, entre outras sendas por ele exploradas.
O escopo deste simpósio é, com isso, o de divulgar pesquisas voltadas à redescoberta deste autor, bem como dos elementos do marxismo clássico, na constituição e desenvolvimento da ciência histórica no Ocidente, o que inclui a revisão e eventual superação de seus termos.

Justificativa da relevância do tema: As contribuições de Engels à ciência histórica precisam ser recuperadas a fim de localizarmos a originalidade de seu pensamento, costumeiramente concebido como uma espécie de apenso às elaborações de Marx. Ao contrário, é possível dizê-lo como um pensamento autônomo e com imenso poder explicativo sobre a realidade, concebendo os problemas do presente de sua existência sempre às luzes de sua historicidade.

Bibliografia: BOITTO JR. Armando; RANIERI, Caio Navarro de Toledo Jesus; TROPIA, Patrícia Vieira (org.). A obra teórica de Marx atualidade: problemas e interpretações. São Paulo: Xamã, 2000.
BOTTOMORE, Tom (org.). Dicionário do pensamento marxista. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1988.
COGGIOLA, Osvaldo (org.). Marx e Engels na História. São Paulo: Xamã, 1996.
COGGIOLA, Osvaldo. Engels o segundo violino. São Paulo: Xamã, 1995.
DOBB, Maurice. A evolução do capitalismo. Rio de Janeiro: Zahar, 1977.
DROZ, Jacques. História Geral do Socialismo. Lisboa: Livros Horizontes, 1972.
ENGELS, Friedrich. A dialética da natureza. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976.
ENGELS, Friedrich. A situação da classe trabalhadora na Inglaterra. Lisboa, São Paulo: Presença, Martins Fontes, 1981.
ENGELS, Friedrich. Anti-Duhring. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.
ENGELS, Friedrich. As guerras camponesas na Alemanha. São Paulo: Garibaldo, 1977.
ENGELS. Friedrich. A origem da família, da propriedade privada e do Estado. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1984.
ENGELS. Friedrich. Do socialismo utópico ao socialismo cientifico. São Paulo: Global, 1983.
FONTANA, Josep. La crisi com a triomf del capitalisme: anàlisi del passat i perspectives marxistes. València: Tres i Quatre, 2018.
Friedrich Engels: biografia. Lisboa, Moscou: Instituto de Marxismo Leninismo, do Comitê Central do PCUS, Avante, Progresso, 1986.
GRAMSCI, Antonio. Concepção dialética da História. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1978.
LÖWY, Michael. Marx e Engels como Sociólogos da Religião. Revista Lua Nova. 1995.
MARX, Karl. A Guerra Civil em França. Lisboa: Avante, 1984.
Marx, Karl. Formações econômicas pré-capitalistas. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1977.
Marx, Karl. O capital: Crítica da Economia Política. São Paulo: Abril Cultural, 1984.
MARX, Karl; “Marx a L. Kugelmann, abril de 1871”; Princípios. Revista Teórica, Política e de Informação. Ed. Anita Garibaldi, n 7, Dez. 1983.
MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. A ideologia alemã. São Paulo: Martins Fontes, 2002.
MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. A Revolução Espanhola. Rio de Janeiro: Leitura, 1966.
MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. Cartas sobre las ciencias de la naturaleza y las matemáticas. Barcelona: Anagrama, 1975.
MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. Collected Works. Vol. 18. Londres: Lawrence & Wishart, 1983.
MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. História, natureza, trabalho, educação. São Paulo: Expressão Popular, 2020.
MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. Manifesto do Partido Comunista. São Paulo: Martin Claret, 2007.
MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. Sobre a Religião. Lisboa: Edições 70, 1972.
MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. Textos 2. São Paulo: Edições Sociais, 1976.
MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. Textos 3. São Paulo: Edições Sociais, 1977.
MAYER, Gustav. Friedrich Engels: una biografÌa. México D.F.: Fondo de Cultura Economica, 1978.
MOURA, Mauro Castelo Branco de. Os Mercadores, o Templo e a Filosofia: Marx e a Religiosidade. Rio de Janeiro: UFRJ, 1997.
ROSENBERG, Arthur. Democracia e Socialismo. São Paulo: Global, 1986.
VILAR, Pierre; “Histoire marxiste, histoire en construction: essai de dialogue avec Althusser ”; in: Annales. Économies, Sociétés, Civilisations, vol. 28, n.º 1, jan./fev. 1973, p. 165-198.

···


Has recibido este mensaje porque estás suscrito al grupo “SEPLA oficial” de Grupos de Google.
Para cancelar la suscripción a este grupo y dejar de recibir sus mensajes, envía un correo electrónico a sepla_oficial+unsubscribe@googlegroups.com.
Para ver esta conversación en el sitio web, visita https://groups.google.com/d/msgid/sepla_oficial/6044ec1daf238_68862b0ef9b45108141e9%40ip-10-81-19-123.ec2.internal.mail.